Buscar
  • Francini Wahlbrink

Pix: saiba como ele pode impactar as suas vendas

A impressão de cada nota de papel custa um alto valor para os cofres públicos, algo em torno de R$ 0,30 por unidade. Dessa maneira, o banco central caminha para um futuro em que o papel-moeda é menos relevante, sendo o PIX um marco definitivo nessa corrida.


A proposta inovadora alia a tecnologia aos sistemas bancários mais arcaicos, prometendo ser uma revolução na forma de se fechar negócios. Assim, criamos um conteúdo exclusivo sobre o PIX para que você saiba como ele pode impactar as suas vendas. Confira!



O que é o PIX?


É em novembro que o sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central entra em pleno funcionamento. Trata-se de uma ferramenta que permite fazer transferências e pagamentos 24 horas por dia, 7 dias por semana e, o melhor de tudo, sem custo para a pessoa física.

Ele é, na verdade, uma alternativa mais barata e prática no que diz aos tradicionais DOCs e TEDs que possuem as suas limitações. É ainda uma maneira de trazer maior competitividade ao setor bancário, que passa por grandes transformações desde o surgimento das fintechs (startups financeiras).


Qual pode ser o impacto nas vendas?


Para muitos empreendedores o PIX pode ser encarado como um método alternativo de pagamento, mas é muito mais que isso! Trata-se de um novo ecossistema que dá mais poder ao consumidor, e aqui listamos alguns impactos que pode ter tanto no varejo quanto no atacado.


Os processos tendem a ser mais ágeis


Os pagamentos realizados através do sistema possuem crédito em conta instantâneo. A qualquer momento do dia é possível realizar uma venda e ver o saldo em questão de segundos.

Dessa maneira, principalmente o atacado e o varejo on-line são beneficiados, podendo liberar mercadorias para a entrega no momento em que o pedido é realizado. Assim, ganha-se com agilidade e produtividade.


O PIX é mais democrático


Sem dúvida, o que impulsionou as fintechs nos últimos anos são as cestas de serviço gratuitas. Se antes os grandes bancos cobravam altas taxas de manutenção de conta, hoje existem inúmeras alternativas sem custos.

De acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (FEBRABAN), cerca de 45 milhões de pessoas não têm conta em banco, e apenas elas são responsáveis por movimentar mais de R $800 bilhões ao ano.

O PIX é uma alternativa que atinge até mesmo os desbancarizados. Não é preciso abrir conta em instituições financeiras, sendo necessário apenas se cadastrar em uma carteira digital que possua autorização para ofertar o sistema de pagamentos.

Dessa maneira, esses indivíduos ganham poder de compra, e os negócios ampliam a base de clientes.


Geração de economia de valor


Para os varejistas o PIX ainda é um sistema padronizado capaz de eliminar as filas de espera nas empresas. Tudo isso acontece graças à função de pagamento por QR Code, em que todos os dados estão disponíveis na tela, bastando o usuário apontar a câmera do celular para autorizar a transação.


Menor custo ao lojista


Apesar de os valores não estarem definidos, o lojista também é beneficiado com uma redução significativa nos seus custos operacionais. O PIX é uma maneira de reduzir as taxas pagas ao cartão de crédito, ampliando a margem de lucro do estabelecimento.

O PIX é sem dúvida uma revolução no mercado financeiro brasileiro. O comércio por atacado e varejo podem ser os maiores beneficiários desse sistema inovador de pagamentos instantâneos.

Temos um conteúdo exclusivo sobre como otimizar a rota de vendas da sua empresa. Com as ferramentas adequadas, aliadas à facilidade no pagamento, o seu negócio pode ser alavancado e ver os resultados crescerem de forma consistente. Acesse o nosso blog agora mesmo para mais informações.

36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo